O Urso e o Rouxinol de Katherine Arden


Título: O Urso e o Rouxinol
Autor: Katherine Arden
Editora: Fábrica 231 
Ano: 2017
Páginas: 320
Skoob: Adicione

Sinopse: Guerra dos tronos encontra Mitologia nórdica, bestseller de Neil Gaiman, neste conto de fadas ambientado na Rússia medieval. Romance de estreia da norte-americana Katherine Arden, que morou dois anos em Moscou.
O urso e o rouxinol mistura aventura, fantasia e mitologia ao acompanhar a jornada da jovem Vasya, criada, junto aos irmãos, num vilarejo próximo de uma floresta, e que cresceu ouvindo de sua ama contos e lendas sobre criaturas que vivem nas matas e que precisam receber oferendas para manter o mal adormecido em seu interior. Mas a chegada de Anna, madrasta de Vasya vinda da capital, de hábitos católicos, e de um padre ortodoxo que resolve instituir as práticas cristãs no vilarejo, provoca uma mudança na rotina da menina e abre as portas para uma terrível catástrofe. Sensível e determinada, Vasya é a única que consegue enxergar e conversar com esses seres fantásticos e torna-se a última esperança para salvar o povoado onde nasceu da destruição.


  Pensem numa leitura boa, mas difícil, foi exatamente assim que me senti lendo esse livro, e a maior complicação dele foi apenas os nomes difíceis de decorar haha.

  Vasilisa, mais conhecida e chamada de Vasya, é a filha mais nova de Pyotr e a mais aventureira entre os irmãos. Sempre muito amada é apaixonada pela floresta ao redor de seu vilarejo, cresceu ouvindo as histórias e lendas que sua ama contava a ela e aos irmãos, entre elas a famosa lenda sobre Gelo, o rei do inverno, uma criatura temida por todos.


  Após a morte da mãe o pai de Vasya vai até moscou e volta casado com Anna, uma mulher muito religiosa que acredita ver fantasmas e por causa de suas crenças acaba por modificar toda a rotina da família de Vasya, porém a mudança de rotina e crenças da família começa a ter consequências e a pequena Vasya é a única que pode protege-los.

"O INVERNO SEGUIA AVANÇADO AO NORTE DE RUS', O AR ESTAVA soturno, com uma umidade que não chegava a ser chuva, nem neve. A paisagem exuberante de fevereiro tinha cedido para o cinzento sombrio de março, e toda a família de Pyotr Vladimirovich fungava com a umidade [...] Mas ninguém estava preocupado com frieiras nem com nariz escorrendo, nem mesmo ansiava por mingau e carne assada, porque Dunya ia contar uma história."

   Minhas expectativas sobre esse livro eram bem altas e me senti bem surpresa com o que encontrei nessas páginas, por nunca ter lido nenhuma obra que falasse sobre as mitologias da Rússia me senti encantada pela forma como Arden entrelaçou a mitologia russa a uma temática de fantasia em épocas medievais. Vasya é uma personagem encantadora, mesmo tão nova ela demonstra muita personalidade e apesar de ainda mostrar traços de sua infância não deixa de encantar o leitor com sua força e visão tão ampla das situações. Anna foi uma personagem que demorei a entender, confesso que não simpatizei com ela, mas gostei de sua construção na história.


  Meu único problema com a leitura foi decorar os nomes haha, confesso que mesmo na metade do livro eu não tinha decorado o nome dos irmãos de Vasya, por isso até me perdia em entender se eram novos personagens ou antigos reaparecendo. Mas Arden compensa os nomes difíceis numa obra apaixonante e bem construída, diferente das histórias que costumamos ler em obras de fantasia, a autora inovou ao trazer algo de uma cultura tão rica e distante do leitor.


  O Urso e o Rouxinol é uma obra inovadora e diferente do que o leitor de fantasia costuma ler, inova na mitologia e cativa na escrita fluída, prende o leitor nesse universo medieval cheio de loucuras, fantasmas, lendas e belezas não convencionais. 

Nota: 








Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.