Cretino Abusado de Vi Keeland e Penelope Ward


Título: Cretino Abusado
Autor: Vi Keeland e Penelope Ward
Série: Cocky Bastard # 1
Editora: Essência / Planeta do Brasil
Páginas: 272
Skoob: Adicione 

Sinopse: Após ser traída pelo ex-namorado – chefe da firma de advocacia em que trabalhava – Aubrey decide que precisa de um recomeço. Deixa tudo para trás e aceita um emprego em uma startup na Califórnia, Estados Unidos, e parte em uma viagem de carro que mudará toda a sua vida.
Em uma parada na estrada, Aubrey conhece Chance, um homem atraente que viajava de moto. Com o corpo perfeito e sotaque australiano, o ex-jogador de futebol era bem convencido e arrogante. Quando sua moto quebra, Chance precisa da ajuda de Aubrey. Ele promete levá-la em segurança até seu destino em troca de uma carona, e os dois decidem seguir viagem juntos.
Aubrey está traumatizada após seu último relacionamento, mas sente uma atração incontrolável por aquele cretino abusado. Apesar da ligação cada vez mais forte entre os dois, Chance guarda um segredo que poderá separá-los para sempre.


  Comecei a leitura não muito confiante, mas os personagens me pegaram de jeito com suas personalidades completamente livres, sem muita enrolação, ambos bem aventureiros e que sabiam o que queriam.

   Aubrey acaba de ter um termino de relacionamento frustrante, ela resolve jogar tudo para o alto e recomeçar do zero na Califórnia. Em sua mudança ela inicia uma viagem de carro solitária, cheia de bagagens e ligações frenéticas do ex, numa de suas paradas ela encontra Chance, um motociclista lindo e com um corpo de babar. Em uma ironia de acontecimentos Chance precisa continuar sua viagem junto com Aubrey, ambos sentem uma ligação sensual muito forte, até que ponto eles poderão se envolver durante essa viagem e com as consequências do passado vindo à tona será uma aventura.


   Os personagens têm uma sintonia muito bem-humorada, eles têm um relacionamento tensão-sensualidade que é uma graça, um bichinho de estimação que é nada mais nada menos do que adorável e que só deixou a leitura mais gostosa. Dei boas risadas e fui surpreendida com o desenrolar da história, achei o enredo bem diferente dos que já li, pensei que fosse ser cansativo uma história em uma única viagem, mas foi maravilhoso.


   Recomendo a leitura para quem gosta de romance e personagens objetivos, sem muita frescura, tem um toque de drama, humor e o romance rola solto. Achei um livro encantador, nada muito depravado, a autora soube prender minha atenção e me apaixonei desde o início.

Nota:







Nenhum comentário:

Postar um comentário

@bardaliterária